PORTUGUÊS / INGLÊS
 
 
Publicações - Notícias

 

 

 
 
  • Fórum de Aprendizagem discute regulamentação e EAD

    - Assessoria de Imprensa - Ministério do Trabalho e Emprego

    R epresentantes do governo, entidades formadoras e sociedade civil debatem alterações na proposta de regulamentação aprendizagem
     
    O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) participou, na terça-feira (11), da 2ª Reunião Ordinária do Fórum Nacional de Aprendizagem Profissional, em Brasília, com o objetivo de discutir, entre outros assuntos, alterações no projeto de lei que regulamenta o processo de aprendizagem da administração direta, o ensino à distância (EAD) na aprendizagem e em meio fechado para jovens que estão cumprindo medida sócio-educativa.
     
    Na ocasião, o Centro de Integração Empresa-Escola do Rio Grande do Sul (Ciee RS) apresentou o programa de aprendizagem destinado a jovens da Fundação de Atendimento Sócio-Educativo do Rio Grande do Sul (Fase), que cumprem medidas sócio-educativas em regime fechado. O programa atende a casas localizadas em Porto Alegre, Passo Fundo, Caxias do Sul, Santo Ângelo, Santa Maria, Pelotas e Uruguaiana e oferece cursos de capacitação em diversas áreas, como conservação de empresas e sustentabilidade ambiental, auxiliar de alimentação e práticas bancárias. É realizado por meio de uma parceria entre a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Rio Grande do Sul (SRTE/RS), a Fase e a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH).
     
    Também foram discutidas melhorias na aprendizagem à distância e apresentadas plataformas EAD de entidades formadoras como o SENAI, CIEE, SENAC e Societá. “Estamos trabalhando para que a aprendizagem chegue em todas as localidade do país, mesmo que não exista uma instituição formadora naquele município”, ressaltou Flavio Costa, coordenador do departamento de Políticas de Trabalho e Emprego para Juventude (DPJ) do MTE.
     
    De acordo com o diretor do DPJ, Allan Pombo, o Fórum Nacional de Aprendizagem é fundamental para ampliar as oportunidades de aprendizagem no Brasil. “Nós ajudamos a coordenar aqui no MTE, fazemos todas as deliberações necessárias para a aprendizagem, mas não podemos ficar sozinhos nisso. Decidimos ampliar essa ação criando esse fórum, com participação  da sociedade civil, entidades, além de outros ministérios, que contribuem para a aprendizagem nacional do Brasil”, finalizou. 
     
    O FNAP – O Fórum Nacional da Aprendizagem Profissional (FNAP) cumpre papel estratégico na condição das políticas voltadas para o tema da aprendizagem. É coordenado pelo MTE, com representantes do Ministério da Educação, Ministério Público do Trabalho, Secretaria Nacional de Juventude, Centrais Sindicais, Confederações, Conselhos, Serviços Nacionais de Aprendizagem e demais instituições formadoras, e conta com o apoio da sociedade civil. 
     

 
 
SP: Rua Leopoldo Couto de Magalhães Júnior, n° 758, 10° andar, CEP 04542-000, Itaim Bibi, São Paulo, SP - Tel: +55 (11) 3048 3266 - Fax: +55 (11) 3048 3277
info@dvwca.com.br - Trabalhe conosco